As Coincidências…

Existe sempre uma lógica para tudo o que acontece no Universo!

16 Maio 2010

Acordei decidida a superar um medo terrível, um pavor inconsciente de ter que falar em público.

Faltavam 48 horas para estar frente a frente com uma plateia de cerca de 300 pessoas, algumas com longos anos de experiência na área.

Estava no mês de Maio! Sempre adorei o mês de Maio, os dias são maiores, celebra-se o dia da mãe, o aniversário do meu amor e do meu casamento, enfim… o mês de Maio é um mês desafiante!

No final do dia, ali estava o meu amor à porta do meu trabalho… “o que estaria aquele rapaz ali a fazer?”

Descarregou tudo o que estava dentro dele, tudo o que vinha a acumular no caminho.

– Vem comigo! – Tens um Linfoma! – Vais ser internada! – Vamos falar com os teus pais!

Todas as frases faziam eco na minha cabeça, o vento continuou a soprar mas as nuvens já não se moviam e uma certa vergonha e tristeza tomou conta do meu corpo!

Tinha que escolher naquele momento, se queria enfrentar, não uma plateia com cerca de 300 pessoas, mas sim um linfoma com alguns centímetros e vencer o medo terrível, não de viver, mas de ir vivendo, um dia de cada vez, com todas as limitações.

Agora sorrio de cada vez que falo em público! Não sou melhor oradora por ter vencido um cancro, mas o valor que atribuo às coisas é diferente e isso faz com que saiba exatamente a importância de cada momento.

6 anos depois

Embarco agora noutro desafio que, se não me trouxer mais nada, trouxe-me até à Gabriela.

Foi também em Maio que a conheci…não sei o que aconteceu naquele instante, e nem quero saber, basta-me sentir.

Olhei aquele céu de Maio assim que saí do hospital e … o vento soprava e as nuvens desta vez corriam.

Obrigado Gabriela por me desafiares a escrever, a voltar a recordar e conseguir ver que existe um antes, um agora e muitos, muitos depois… juntas.

Curiosidades

  • Lema de vida antes e depois do linfoma: “Vamos indo e vamos vendo”;
  • Antes da doença era uma pessoa alegre. Durante a doença? Conferir em baixo 😉

Mensagem

Hoje, olho para a outra margem do rio e vejo-te, estás sorridente mas assustada. O rio parece ter uma corrente suave, mas ambas sabemos que não é bem assim. Tens que aguardar o momento certo para fazer a travessia. Estou do lado oposto do rio e garanto-te que vale a pena saber esperar. Estamos juntas!

untitled

Marta Machado

Anúncios

Publicado por

O Blog Dia de Mudança relata o caminho de uma jovem de 25 anos desde o momento em que descobre que tem um Linfoma de Burkitt até à atualidade, onde demonstra como o corpo e a mente recuperam após meses de tratamentos.