Tudo ao mesmo tempo

Não uso relógio há muito tempo. Gosto de suspender os ponteiros, gosto de viver o tempo da melhor forma possível. Uns dias vivo. E outros respiro bem fundo para viver. Nos últimos tempos, os ponteiros pararam. Na morte do meu avô. Nas salas que inauguraram “Cancro, a história que nos Une”. No fim. E, no começo… … More Tudo ao mesmo tempo

(in)Capaz

Primeiro os sintomas gripais. Ignorei. Depois a dificuldade respiratória. Apoquentei. Até que, saí da rotina e acalmei. Minutos mais tarde, agarrei as mordomias da infecção respiratória, as regalias do tempo a dois e a aprendizagem que tudo passa. E, continuei… E foi por isso que estive ausente do Blog. Catorze dias não por não ter … More (in)Capaz

A Agulha do Tempo

Inesperadamente, introduziu a agulha ativando a alavanca e transportando-me para um lugar imoto. Um sítio onde revivi tudo, onde a dor emocional superou a física. Não era só uma biópsia… era, novamente, uma prova do tempo! Com os olhos fechados; deitada de lado; atenta nas suas indicações e com as suas mãos ao fundo das minhas costas comecei … More A Agulha do Tempo