Sem Ti #5 Anos

Março. O mês em que nasci. E voltei a nascer. Renasci.

5 anos atrás, neste mês de março, saía do CHUC para recomeçar. Ou simplesmente viver a vida, a vida que conquistei ao longos de quase 10 meses. Com a força de todas as minhas células.

Primeiro, o mundo estilhaçou-se. Com a hipótese de morte, e no “para quê”. Depois, o medo. De transformar o Cabo das Tormentas no da Boa Esperança. Mas, naquele preciso momento escolhi aceitar. Ou melhor, fui obrigada a aceitar que naquele momento aceitar verdadeiramente a minha vida era a única forma de encontrar a minha vida, de novo.

Em retrospetiva, essa decisão catapultou a minha vida na direção certa, ou talvez lhe tenha concedido a força para avançar na incerteza, na inexistência de glóbulos e na presença de um sorriso que nunca se perdeu. Claro que não foi fácil, mas lutar pela nossa própria vida não será a grande prova que a vida tem para nós?! 5 anos de vida. De aprender com a vida. De agradecer à vida. Mesmo naqueles momentos que o corpo me relembra as marcas da vida.

Mas, tal como um dia alguém me disse: “Hoje, olho para a outra margem do rio e vejo-te, estás sorridente mas assustada. O rio parece ter uma corrente suave, mas ambas sabemos que não é bem assim. Tens que aguardar o momento certo para fazer a travessia. Estou do lado oposto do rio e garanto-te que vale a pena saber esperar.”

E eu esperei o tempo, que o tempo esperou para me dar a minha vida…. A minha segunda Vida.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s