Parar. Respirar. Desligar

Tens medo de morrer? Não. Tenho muito mais medo de não saber viver esta oportunidade que a vida me deu. De fugir perante obstáculos ou de me perder entre contrariedades. De enredar-me entre caminhos vazios. De duvidar, nem que seja um só minuto, da sorte que tenho em estar aqui.

Hoje assinala-se o Dia Mundial do Linfoma, um dia para homenagear todos aqueles que lutam e lutaram pela própria vida. Que se reergueram da quimioterapia, da incerteza e do confronto com a morte eminente. Não é um processo fácil, mas é possível.

Aproveito este dia para partilhar que ontem foi-me detectada imunodeficiência comum variável. As IDPs trazem consigo a capacidade de aprender a viver e a conviver com a palavra imunodeficiência, para sempre.

Foram mais de três semanas à espera de um resultado. E foram três semanas de pensamentos inquietantes, a fazer fintas à dúvida e ao medo e, sobretudo, a acreditar que no fim estará tudo certo. Sempre.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s