À Chuva

Hoje o despertador não tocou. Às 12h35 acordei para um dia livre de compromissos, horários ou da minuciosidade da agenda. Olhei para a janela e chove lá fora. A chuva que me faz pensar. A que dita que o tempo muda e que tu nem sempre o acompanhas, valorizas ou apercebeste. E, talvez porque não tens tempo para viver o tempo. Os dias chuvosos têm este efeito, não é?

Entre o ritmo frenético do dia-a-dia, a criatividade laboral, os tachos e as panelas, a atividade física e as exigências do Blog o tempo perde-se. E, dou por mim a pensar que o desperdiço em pressões da sociedade.

A pressão da conta bancária, de impressionar o chefe, de ser uma dona de casa perfeita, de conseguir o corpo perfeito até ao verão, de ler todos os e-mails, de criar conteúdo para que me continuem a seguir, de estar presente em todos os compromissos, de concretizar todos os sonhos. De uma lista interminável, onde o tempo vive com pouco tempo…

Hoje acordei e só quero parar. Respirar fundo e ver o tempo. Apreciar o tamanho dos meus caracóis. Apreciar as pessoas que me rodeiam. Apreciar a energia positiva das minhas células. Apreciar a oportunidade de viver. Livre da brevidade do tempo…

Vamos lá aproveitar o fim-de-semana à chuva!!

Fotografia: Daniel Vieira

Anúncios

Publicado por

O Blog Dia de Mudança relata o caminho de uma jovem de 25 anos desde o momento em que descobre que tem um Linfoma de Burkitt até à atualidade, onde demonstra como o corpo e a mente recuperam após meses de tratamentos.

2 thoughts on “À Chuva

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s