Sim ou Não!

Gosto do SIM. Teimo com o NÃO. E fico à beira de um ataque de nervos com o NÃO SEI. Pessoas que estagnam o interesse do emissor, abusam do tempo de espera e requerem substitutos. Contudo, a indecisão de alguém é reconhecida como uma oportunidade ou uma última escolha para o próximo receptor?

Esta semana está a ser completamente de loucos. Aliás, uma loucura de nãos. O telemóvel toca arruinando a expectativa diminuta no “não sei”. Dizem que vão pensar, pensam, voltam a pensar, pensam mais um pouco e concluem com um simples não.

Supostamente, o não seria uma reflexão ponderada de um enunciado de prós e contras de uma ação a realizar. No entanto, a justificação é só ridícula: – Ohhhhhhh, não sei…

O quê? Podes repetir? Como não sabes?!

Foges do risco, mas a vida é um risco. Decides viver, mas não vives a decidir. Mudas de idade, mas a idade não te muda. Defines metas, mas não defines como as atingir. Estás no caminho, mas não estás no teu caminho. Afinal, o que queres?

Quando voltares a dar-me uma resposta diz-me porquê. Grita bem alto sim ou não. Lembra-te que a Vida dá-te oportunidades. Oportunidades para saberes que pior de que quem erra, é quem erra por não tentar.

Concordas?

Sim ___    Não ___

 

Pulling-hair-out

Anúncios

Publicado por

O Blog Dia de Mudança relata o caminho de uma jovem de 25 anos desde o momento em que descobre que tem um Linfoma de Burkitt até à atualidade, onde demonstra como o corpo e a mente recuperam após meses de tratamentos.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s