Sair da Zona de Conforto

Olho para trás, cumprimento a autonomia. Chego ao presente e paraliso-a! Vivo entre estruturas desconhecidas, respirações estranhas, rotinas limitadas e um eu que consciencializa impossíveis, esforçando-se por possíveis diários. Foi assim que submeti a inscrição…

Passado 2 anos, desde que terminei a Licenciatura em Comunicação, voltei a estudar. Escolhi uma Pós-Graduação em Eventos, Protocolo e Comunicação Estratégica, leccionada na Coimbra Business School, como o ponto de partida. Uma marca para encorajar o reinicio laboral, reajustar a comunicação interpessoal e reorganizar o ser capaz com a realidade incontrolada. No entanto, o planeamento ocultou o tempo de adaptação no cronograma. Só mostrou a persistência constante.

Os próximos sábados serão … não faço a menor ideia. Apenas, sei que tudo voltará a ser novo o suficiente para me intimidar. A cada aula professores, salas e matérias diferentes. A cada minuto decoro rostos acalmando a insegurança e minimizando o impacto da falta de protecção. A sério? Mesmo a sério?

O relógio vai ganhando o estatuto de conselheiro. Tranquiliza-me com o tempo que já suportei ali fechada. Enfraquece a claustrofobia e o repentino aumento de temperatura, quando a hora do intervalo não é cumprida. E, dá-me ânimo para aguentar as horas restante, depois de um ataque de pânico.

Além disso, encaro as conclusões dos desconhecidos. Talvez, optem por afastar-se. Ou, deduzir rapidamente que “não jogo com o baralho todo”. Ou, ajudar-me a superá-los. O que farias?

Admito que, a palavra desistência partilha o mesmo espaço que a de Pós-Graduação. Certamente, essa seria a atitude mais fácil e a única que demonstraria que a força do medo vence a força da vontade. Regressaria, ao meu lar doce lar pressa à involução e acorrentada ao conformismo dos ataques de pânico. E, isso jamais …

Sábado, lá estarei novamente. Desta vez, não irei sozinha. Levo a esperança, o pânico e a determinação. Carrego o peso do impossível, mas vou! Porque no final, aprenderei, outra vez, que é possível ganhar aos prognósticos negativos. E, isso é o maior conhecimento da Vida.

Lembras-te como era sair da Zona de Conforto?

escola-colegio-sala-de-aula-classe-turma-aluno-estudantes-professor-1326740369165_956x500

 

Anúncios

Publicado por

O Blog Dia de Mudança relata o caminho de uma jovem de 25 anos desde o momento em que descobre que tem um Linfoma de Burkitt até à atualidade, onde demonstra como o corpo e a mente recuperam após meses de tratamentos.

One thought on “Sair da Zona de Conforto

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s