Loucos de Preconceito

As dificuldades, as fobias e as metas são estipuladas por nós, de forma voluntária ou não. A superação dá-nos o estímulo, ao mesmo tempo, que o entrave. Nesse instante, o coração acelera, o calor domina e a sensação de desmaio envolve o medo, persiste no auto-controlo ou quebra as inseguranças retraídas?

Na semana passada, aconselhada pela minha Hematologista, fui ao … (ler baixinho) psiquiatra. Marquei uma consulta para o médico dos loucos e fiz questão de reiterar a minha sanidade mental e a incongruência desta especialidade no meu estado de espírito. Quem é que vai ao psiquiatra por um suposto ataque de pânico?!

Hesitei em ir. Tentei convencer o senhor meu namorado a fazer-me companhia, mas o São Martinho apresentou argumentos bem mais persuasivos. Restou-me, o pneu furado, a constipação do tempo ou uma diarreia, porém não me pareceu eticamente correcto iniciar uma consulta destas com mentiras.

Respiro fundo, entro na clínica e nada. Não ouço gritos de bombistas, não vejo enfermeiros a correr com camisas de força, muito menos com injecções gigantescas e tudo é estranhamente normal.

Digiro-me,  à recepção, faço a ficha de inscrição e pede-me para aguardar na sala de … Interrompo a sua indicação com uma questão absolutamente incoerente : – “É Seguro?“.

Digam-me se não era melhor ter ficado calada, ou não digam nada e riam-se da minha loucura de ignorância. A recepcionista não me ofendeu, nem largou uma gargalhada. Cordialmente, reagiu com uma frase simples : “- É a primeira vez, não é?!

A pergunta retórica ativou o discernimento e a vergonha. Luto contra o  preconceito, já fui vítima de preconceito, escrevo para diminuir o preconceito, e o que estava a fazer, afinal? Preconceito.

A nossa burrice leva-nos à negação das debilidades, ao adiamento dos problemas interiores e, especialmente à fuga desta especialidade. A médica encaminhou-me para uma Psicóloga, receitou medicação SOS e afirmou que estamos perante um quadro de ansiedade e insegurança. Não estou louca, mas preciso de acompanhamento nos próximos meses!

O nosso Interior não se pesa, não se mede, sente-se. Estás habilitado para o perceber, questionar, moldar, esquecer, tratar ou outra acção que julgues pertinente. Tu decides, não os loucos de preconceito!

Happy birthday!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s