Somos as escolhas que fazemos, não somos?

Tudo seria mais fácil se existisse uma sinopse para cada Opção. Falar de escolhas é falar de consequências. Uma relação inseparável, misteriosa e labiríntica. Mas, afinal, o que orienta a escolha? O coração… e/ou a razão. Não haverá outro factor?! Caracterizado como imprudente, inconsequente e esquecido, tantas e tantas vezes, em prol das “obrigações”. Lembram-se, do … More Somos as escolhas que fazemos, não somos?

Crescemos com tudo isto!

E se de repente perdesses tudo? Como é possível viver com a destruição súbita, a chama imprevisível e a esperança no nada? Vive-se do que resta ou aprendesse a viver, de novo? Nem sempre é fácil… Este fim-de-semana o “jardim à beira-mar plantado” ardeu. Incêndios florestais que ameaçaram as populações e os seus bens; descontrolaram os … More Crescemos com tudo isto!

Pessoas que temos mesmo que Conhecer.

A Amizade é inata ao ser humano. Quase todos nós procuramos o contacto, a partilha e a sintonia. Um conjunto de seres que dialoga visões, interroga preconceitos e demonstra cicatrizes. E onde encontraremos essas pessoas? Ontem, tive um encontro inesperado com uma desconhecida. Foi a terceira vez que uma estranha me mostrou que o Cancro destrói … More Pessoas que temos mesmo que Conhecer.

100 Quilos #4

– Já não és Obesa! 3 meses passaram. Principal objetivo cumprido. Actividade física quase recuperada. O que falta? Na semana passada confrontei os resultados obtidos com os objetivos iniciais, na consulta de nutrição. Felizmente, atingi uma das metas: a obesidade! Por outro lado, fiquei um bocadinho aquém na balança deste mês. Isto é, não cheguei … More 100 Quilos #4

Não há impossíveis II!

Foquemo-nos no Amor. Dessa forma, o acasalamento, o nascimento e a criação são, acima de tudo, símbolos. Representações de uma origem cuja penetração ou a procriação medicamente assistida concebem. Gera-se então, um acto em amor; o amor em pessoas; pessoas em família. Quinze dias depois, voltámos ao Centro de Preservação da Fertilidade. Entrei em pânico, questionei e … More Não há impossíveis II!