Apta em 5 minutos

Pensei bastante sobre se deveria ou não escrever este post. Os sentimentos são antagónicos e as palavras insuficientes para exprimir aqueles minutos revoltantes. No entanto, se confiar no propósito dos acontecimentos, quem sabe se não converto a indignação num impulso pessoal e profissional?!

Dia 31 de julho, segunda-feira, fui convocada para a Junta Médica. Foi a terceira vez que fui apresentar os relatórios clínicos, comprovar o meu estado débil e apelar pela continuidade da baixa, por um período indeterminado. Mas, foi a primeira vez que fui sem careca, sem máscara e sem tratamentos. Desta vez, fui só atestar que estou em recuperação.

Que estupidez! Qual a importância da recuperação para um doente oncológico?! 5 meses sem quimioterapia e ainda pretende prolongar a baixa?!

O regresso ao trabalho foi a decisão ponderada daqueles 2 médicos. Calmamente, apelei para que relessem a opinião da hematologista, expressa no relatório e, também, mencionei as limitações que o meu corpo ainda apresenta. O que é que eu fui dizer…

Valeu-me todo um discurso chocante e humilhante de ingratidão por ter vencido o cancro, de injustiça com as pessoas da sala de espera e outras barbaridades que não me apetece aqui citar. Naqueles minutos, senti verdadeiramente que estava a cometer uma grande fraude

Respira, expira, inspira…

Foi preciso quase um ano para estar apta e de repente, aqueles indivíduos que não são hematologistas; que não sabem o que é ser doente oncológico e, muito menos, conhecem a importância do pós-quimioterapia determinam a minha vida em 5 minutos.

Sim, poderia ter interpretado o papel de coitadinha. Cortado um bocado de cabelo. Ou, simplesmente ter deitado umas lágrimas de compaixão. Mas, porra eu não tenho que suplicar nada. Eu estou a usar um subsídio para o qual descontei, para o qual eu tenho direito, para o qual eu tenho que provar que não me lembrei de inventar uma doença… Ok?

Não interessa pesar os prós e os contras, não importa o parecer do médico que te segue e, muito menos, contam as tuas condições físicas, económicas ou emocionais. O que é fundamental é deixares de seres uma despesa para o Estado!

Enfim…

Foi só um desabafo!

 

wpid-medicos

 

Anúncios

Publicado por

O Blog Dia de Mudança relata o caminho de uma jovem de 25 anos desde o momento em que descobre que tem um Linfoma de Burkitt até à atualidade, onde demonstra como o corpo e a mente recuperam após meses de tratamentos.

One thought on “Apta em 5 minutos

  1. Revoltante!
    Casos e casos como o teu. Vivemos num País de coitadinhos venerados.
    Mentes velhas, encarquilhadas…
    Com certeza que não sabem, não precisam, não teem sensibilidade para entender.
    penso que são escolhidos por isso mesmo.
    Sinto revolta, raiva de todas as situações que conheço idênticas.
    Triste, revoltante este sistema.
    Outros nem são questionáveis.
    Vai miuda linda, continua com a tua postura e põe o teu melhor sorriso.
    Adoro-te💝

    Liked by 1 person

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s