Do ódio ao Amor

Acredito que não exista um significado concreto para os sentimentos. Existe sim, um conceito para as palavras que os constroem. Porém, se descobríssemos que do ódio é possível erguer o Amor, mudaríamos; transformaríamos ou conservaríamos as suas definições atuais?!

Pegando na palavra Confiança e remexendo na dimensão da Doença admito que, a frontalidade da sua linguagem e a solidez da sua expressão motivou que agíssemos, batalhássemos e trabalhássemos unidas.

Nunca escondi que a detestei no primeiro encontro; que a culpabilizei de tudo e até que cheguei a apelidá-la de Bruxa. A ideia de uma médica passar a controlar a nossa vida, a perda repentina de tudo, a mudança forçosa de hábitos e rotinas e o habitarmos um “mundo” inteiramente desconhecido é absolutamente angustiante. Mas, a verdade é que a obrigação de termos que nos dar impulsionou que nos déssemos de verdade.

Exigi-lhe espaço e tempo no entanto, ela não me podia oferecer nem um nem outro. Presenteou-me sim, com abraços tranquilizantes; sorrisos motivadores e a certeza do vai correr tudo bem. Sem promessas, cobranças ou exigências cuidou de mim, escutou-me, alegrou-me, limpou as minhas lágrimas e enfeitiçou o meu coração.

Aniquilou todas as células especiais, libertou-me do castelo e, surpreendentemente, ofereceu-me um voucher. Desta vez, sem indicações, sem local, sem porções, sem datas, sem custos. Apenas com a palavra:- Vida!

Hoje, sei que ela não é uma Bruxa. É sim, uma Heroína.

Uma Heroína que luta diariamente pelos seus doentes enfrentando a dor, encarando o medo e contrariando o destino de um doente oncológico. Obrigada por despertar o meu desejo de querer, permanentemente, lutar e a vontade constante de sorrir. Agradeço, também por todas as palavras de encorajamento e preocupação e por ser capaz de transmitir que é dos pequenos detalhes que se faz a diferença.

Amo-a para sempre. Um sempre consentido por si ❤

witch-155291_640

Anúncios

Publicado por

O Blog Dia de Mudança relata o caminho de uma jovem de 25 anos desde o momento em que descobre que tem um Linfoma de Burkitt até à atualidade, onde demonstra como o corpo e a mente recuperam após meses de tratamentos.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s