Para sempre juntos!

Descobrimos a omnisciência, a omnipresença e até a omnipotência por ela… mas será que ela é verdadeiramente merecedora de tais poderes? O fator surpresa aliado ao mistério de um ser estimula a nossa curiosidade e desponta uma vinculação emocional, pura e inquebrável.

Deitada, confortavelmente, no sofá observava o domingo a amanhecer e procurava um programa para acompanhar os meus cereais.  A sua voz doce despertou a minha audição, os seus lábios vermelhos prenderam a minha atenção, os seus cabelos negros aguçaram o meu interesse e a sua pele branca motivou a minha confiança.

Não sabia o seu nome, nunca nos tínhamos cruzado e desconhecia a sua personalidade ou até as suas intenções, no entanto, houve um click entre nós marcado pela expressão “quero conhecer-te melhor”.

Aquele ser, até então desconhecido, surgiu numa caixa mágica e confidenciou-me a sua história: a menina fugia da maldade da rainha e procurava um sítio seguro para se esconder. De repente, parei de a ouvir e percebi que aquela menina simbolizava a pureza e a lealdade, enquanto que a rainha a hipocrisia e a falsidade. Características tão antagónicas  e, simultaneamente tão reveladas num género de relação.

Voltei a prestar-lhe a merecida atenção e ela segredou-me o seu nome: Branca de Neve! Percebi, novamente, que ela estava mesmo a surpreender-me positivamente e o seu segredo seria mais um motivo para confiar nela e acreditar na sua transparência  e inocência.

Prosseguiu confessando-me que o lugar seguro manifestou-se através de uma mão que a guiou, um abraço que a confortou e um coração que a acarinhou. Todavia, o rosto pertencia não a uma, mas sim, a 7 personalidades bem distintas.

Agora, seriam 8 pessoas a partilhar o mesmo espaço, contudo, ela admitiu que prometeram que cada um teria o seu espaço assumindo as suas responsabilidades e o seu carácter. Mas, acima de tudo que se manteriam unidos e proteger-se-iam independentemente das situações: ali estava o verdadeiro significado da vinculação.

Revi-me nela e apercebi-me que também fugia de algo carecendo do lugar, da mão ou do abraço. A verdade, é que foi algo tão surpreendente e inesperado como o rosto dos 7 anões:

  • Feliz: o amigo positivo. Eu sei que ele sofre, mas mantém a sua boa disposição e alegria comigo;
  • Tímido: o amigo covarde. Evaporou-se quando soube, porém afirma que sofre mais do que qualquer pessoa;
  • Mudo: o amigo do passado. As atitudes  e o orgulho separaram-nos, contudo quando descobriu voltou a procurar-me;
  • Sabichão: o amigo inspiração. Esteve lá desde o primeiro minuto, utiliza as palavras certas no momento exato e pertence a uma pessoa que está no meu coração à cerca de 8 anos;
  • Soneca: o amigo hesitação. Aquele que anda às voltas e mais voltas para me perguntar se a notícia é verdade;
  • Zangado: o amigo emocional. O seu exterior firme esconde um coração gigante que nutre os sentimentos mais singelos e um sofrimento pelo momento que vivo;
  • Atchim: o amigo alérgico. Afirma que me quer ver, contudo há sempre um motivo para adiar a visita.

Personalidades diferentes que se expuseram na adversidade da vida. Admito que, a amizade sempre assumiu um lugar crucial na minha vida, mas somente hoje reconheço o significado integral dela. Sim, confesso que existiram pessoas que me desiludiram imenso, contudo novas surgiram e, o mais importante aquelas a quem confio a minha vida de olhos fechados reafirmaram o porquê de o fazer, o porquê do meu coração as ter escolhido e o porquê de as sentir tão minhas.

Por fim, aquela menina contou-me que o Príncipe a tinha salvo e sorriu. Olhei para a caixa mágica e revelei-lhe que o Príncipe já estava há algum tempo na minha vida e os anões uns sim outros não. Terminei, confidenciando-lhe que tinha bem mais que 8 pessoas a meu lado, a celebrar cada vitória, a apaziguar o meu sofrimento ou a enxaguar  as minhas lágrimas.

E, no dia em que o efeito da maçã terminasse estaríamos todos juntos para festejar a maior dádiva que o ser humano tem oportunidade de desfrutar na primeira pessoa: a AMIZADE!

branca-de-neve-sete-anoes

 

Anúncios

Publicado por

O Blog Dia de Mudança relata o caminho de uma jovem de 25 anos desde o momento em que descobre que tem um Linfoma de Burkitt até à atualidade, onde demonstra como o corpo e a mente recuperam após meses de tratamentos.

One thought on “Para sempre juntos!

  1. Tenho andado distraída…
    Sei que a forma era escusado, mas aprendeste tanto minha doce princesa.
    A vida surpreende-nos, para-o bem e para o mal.
    Emocionalmente, fisicamente débil, pouco importa porque como sabes o efeito da maçã vai terminar!
    Descobri isto hoje dia 2 de Dezembro, nada é por acaso.
    Vais viver outra história, muitas histórias felizes, cá estarei com o meu coração a transbordar de alegria.
    Por ti, pelos teus.
    “BIBA LA BIDA”

    Liked by 1 person

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s